Pesquisar este blog

21 janeiro 2005

Mais um

Tudo bem com vocês!
Olha eu aqui nesta Brasília de muito calor. Vim colocar outro poema no blog. A falta de tempo não me permite, no momento, escreve textos maiores e mostrar para vocês. Logo, logo as coisas serão melhor organizadas.
Segue um poema que fiz a partir de uma frase de Hermann Hesse: "O caminho dos outros é fácil, o nosso é difícil. Caminhemos."
Beijos, abraços e saúde!
Harold


Outra lição

Aroldo José
O caminho dos outros é fácil,
É mais fácil se perder
Ou se vender.
Como dói saber que aprender
É dizer que nada sei,
Que nada farei antes de me despir,
De me despedir da segurança,
Da coisa normal,
Do que é certo para quem só faz
O que não é bom.

Se o nosso caminho é difícil,
Caminhemos sem demora,
Para dar tempo de olhar nos olhos,
Bem dentro nos olhos dos imorais,
Donos da falsa realidade,
De quem pensa que ser feliz
É machucar quem quer ser feliz.

O caminho dos outros é fácil.
Eu digo não ao que é fácil,
Facilmente vulgar.
Melhor não se entregar à dor,
À falsa ilusão,
Ao discurso de contenção nacional.

O caminho nosso é difícil:
É hora de pavimentar corações,
De aprender humildemente,
De brincar para ter razão;
É hora de fazer,
É hora de ser,
É hora de viver.
Brasília, 11/10/01

2 comentários:

Elisabete de Mello & Flexinha, A Gaby Duff Lancer disse...

Pedalei bastante hoje!

Harold disse...

Bete!
Espero que não tenha se cansado demais baby.
Beijos!