Pesquisar este blog

12 junho 2008

Dia dos namorados? E o Valentino?





Hoje é dia 12 de junho. Se comemora o dia dos namorados. Será mesmo? Claro que sim! Bem... pelo menos, aqui no Brasil é isso mesmo. Mas no resto do mundo a história é outra. A comemoração acontece no dia 14 de fevereiro, data de comemoração de são Valentino, o padroeiro dos namorados.
Então, namorados também têm padroeiro? Se existe mesmo um padroeiro, o título não deveria pertencer a Santo Antonio? Quem foi este tal Valentino? Por que a comemoração dos namorados aqui no Brasil acontece noutro dia e mês? Será que os namorados brasileiros diferem dos amantes de outros lugares? Haja pergunta! Vou tentar responder.
Valentino era um bispo católico que viveu durante o governo do imperador romano Claudius II. Por acreditar que jovens solteiros tinham perfil ideal para serem guerreiros, o imperador proibiu que fossem realizados casamentos em Roma. O bispo ignorou a proibição oficial e continuou a celebrar casamentos em cerimônias sigilosas.
Descoberto, Valentino foi preso e condenado à morte. Durante seu período de cárcere, diversos jovens lhe visitavam levando flores e bilhetes dizendo que acreditavam no amor. Entre estas pessoas se encontrava chamada Asterius, jovem cega e filha do carcereiro. Segundo relato da tradição, a moça recuperou milagrosamente recuperou a visão. O bispo foi decapitado em 14 de fevereiro de 270 d.C. Ao contrário do que muito gente pensa, no dia de São Valentino, é muito comum a troca de presente e de cartões entre amigos e amigas e não apenas entre namorados.
O dia dos namorados começou a ser celebrado no Brasil em 1949, numa iniciativa do publicitário João Dória, da Agência Standard Propaganda. Dória inseriu o evento, popular no hemisfério norte, numa campanha desenvolvida para a extinta loja Clipper. O fato do Brasil não comemorar os namorados em fevereiro está ligado aos interesses de entidades comerciais que, preocupadas com a concorrência dos produtos de carnaval, decidiram transferir o dia dos namorados para junho, considerado o mês mais fraco para o comércio. A iniciativa teve o apoio da Confederação de Comércio de São Paulo. A escolha do mesmo se deveu ao fato de 12 ser véspera do dia de santo Antonio, consagrado no imaginário popular como santo casamenteiro. Ou seja, o capitalismo falou mais alto.

Os namorados brasileiros não são diferentes dos demais namorados do mundo. Só a data de comemoraçõ é diferente. Por causa do motivo capitalista já citado. Entre as pessoas que amam, em qualquer lugar, há um ponto comum: o amor que é sempre belo e digno de exaltação.


Sou sou um cara metido a europeu (rs), sempre fiz a comemoração no dia de são Valentino. Mas nunca olhei com maus olhos quem sempre prezou a data de julho. Acima das datas há sempre o sentimento de bem querer que deve ser a gênese de qualquer namoro.

Me despeço ofereço dois poemas de minha lavra e que tratam desta coisa tão bela que é dar o melhor de si para outra pessoa. Viva são Valentino!!! Viva o dia dos namorados!!!
Aroldo José Marinho

Um encontro

Aroldo José

Só sei que é assim,

Um encontro legal,

Onde dois se encontram

E o desejo os torna um.



Um exercício pungente,

Amorosamente genial,

Que faz os corpos se expandirem

Numa dor-alegria urgente.



É assim: muita flor no jardim.

Alguém quer plantar

E outro irá colher o fruto

Cujo sabor é sublime.



O encontro feliz acontece,

A simetria se unifica

Sob o comando do amor

E prepara resposta para o ato final.



A verdade se constrói

Debaixo da alegria escondida,

Que não se deixa vencer

Pelas dificuldades do encontro.



Mas o que fica é a alegria,

A satisfação compartilhada

Ao vencer o jogo que faz do amor

O porto de chegada e partida.

Brasília, 27/09/02


Para você

Aroldo José

Eu e você somos o mundo,

Somos só nós dois.

Que absurdo!



É uma história que começa,

Preenche depressa a sala, a lareira

E aquece o fogo que estava apagado

Porque o tempo ficou parado

Como as águas de um triste rio.



Então, nos olhamos bem nos olhos

E descobrimos que a felicidade é maior

Que a indecisão do clima nublado

E o despeito do submundo,

Que só conhece a dor.



E no céu uma nova canção foi escrita

Em homenagem à nossa loucuras,

Ao novo e ardente amor.



O nosso abraço apertado foi transformado

Em algo bem maior

Que eu e você,

Os seres errantes,

Que são cantantes por causa do amor.



Agora só vejo seus olhos brilhantes

Minha boca clama pelo seu sabor

De mulher especial,

Timidamente sedutora

E pronta para o ato final.

Brasília, 09/01/04.

18 comentários:

LiLyth disse...

Sabe, sinceramente eu ainda não tinha parado p/pensar...nesse porque de ser em dias diferentes...mas...agora paro e reflito...FDP esse povo que só pensa no captalismo....pq ser em outro dia???Sinceramente prefiro mil vezes o dia dos namorados do que o carnaval...mas...o que serah que da mais lucro p/bolso:? Carnaval ou um dia dos namorados??? Fiquei...xocada....o pior é que a maioria das pessoas nem sabem o pq de comemorar hj....=\\\ Isso eh triste....somos indusidos a gastar....e comemorar um dia q num tem nd a ver...naum tem historia...naum tem.....nd de diferent q os otros dias....=((
Gostei da sua postagem Harold...Muito boum poder dar esse tpw de informacao p/pessoas...assim elas podem analisar a situação e ai sim pensar se querem mesmo que seje dia dos namorados em fevereiro ou em junho....P/mim...naum tem data p/estar com quem a gent ama, ou se senti beim ou dah um presente ou uma lembrança!!!!^^
Fik um bjaum p/ti kerido amigo Harold!!!!
Continue assim!!!
XD~

Julie disse...

Olá!!!
É um absurdo isso, não? Eu sabia que tudo tinha a ver com o comércio e a falta de "datas comemorativas" nesses meses... Nenhuma novidade, em se tratando de Brasil, né? hehehe
Mas o que eu gostei mesmo foi a foto. Muito linda sua namorada, hehehehehe
Grande beijo pra vc querido, fica com Deus!!!
Julie

Anônimo disse...

Salve Aroldo realmente seu tema é muito interessante, hoje tudo virou um grande comércio e não podia faltar o dia dos namorados ! Legal a sua foto com a triz da Globo abraço do .

Celso.

Ivan Daniel disse...

Pois é, é uma pena que tudo gire em torno do lucro.
Pelo menos a gente por ler coisa boa nessas datas, como teus textos.
Abraço.

Paola Vannucci disse...

Aroldo,

Se o mundo fosse para o amor, nada disto estaria acontecendo.
A ganancia desenfreada e a destruição daqueles que amam de verdade.
Isso dói muito.

Beijos

Paola

Harold disse...

Lilyth!
Obrigado por seu comentário. Sem dúvida, seu raciocínio é muito certeiro. Lamento que o lance da grana pese mais alto na balança interesseira dos comerciantes.
Valeu sua visita!
Beijos e saúde sempre!

Harold disse...

Oi Julie!
Você tem razão. A foto é genial. As pessoas também. Rs!
Você é uma das minhas melhores amigas. Logo, sua vinda aqui me deixa muito honrado.
Beijos e festas sempre!!!

Harold disse...

Celso!
Eu agradeço o seu comentário. Coisa chata essa dos comerciantes quererem manipular a data de afeto das pessoas.
Concordo com você. A foto é linda.

*******************************************

Daniel!
Seus comentários são sempre mais do que bem vindos no blog.
Sobre os poemas, eles são bons. Concordo. Mas eu me enterneço bastante quando leio os textos daquele argentino que você traduz. De amor e hai kai, o cara entende e bastante.
Abraços!!!

Harold disse...

Sabe Paola!
Apesar da dor e do capitalismo, existe o amor. E isso, por si só, é motivo para se fazer muita festa no mundo.
Beijos e saúde!!!!

Des-Venturas da Rubra Rosa disse...

Jesus Cristo!!!

morria e não sdabia que tinha sido invencionice o dia 12 de junho. =oO
morria acreditando que era por conta mesmo do sto antonio.
como Paraense é cultura, psicólogo é cidadão do mundo e Aroldo é propagador de idéias e sentimentos,
VALEU AROLDO! pelos poemas lindos e por suprir minha ignorância no asusnto.
vou começar a comemorar em fevereiro, pelo menos o motivo é mais digno.

beijos =o***)

Leila Lopes disse...

Moço, obrigada pela presença. Estou aqui seguindo tuas rotas.
Apareça por aqui também: www.diversos-afins.blogspot.com
É bom!!
Bjão

Harold disse...

Rosa! Adorada Rubra!
Suas palavras são bonitas. Aliás, de você só espero carinho e diversão.
Beijos e saúde!

Harold disse...

Oi Leila!
Sua visita me deixa muito honrado.Venha sempre por estas rotas.
Também irei ao seu blog.
Beijos e festas!

Mary disse...

Gostei do que vc tentou passar,é um verdadeiro trabalho de escola pra estudantes (rsrsrsrs). Sabemos de uma coisa se é ou não de Valentinho ou Antônio o mérito de padroeiros do apaixonados, o que sei é que nos dias de hoje já não se vê romance entre os casais, dia dos namorados virou comércio apenas. É bom passar a quem lê o significado desse dia.
Bjs

Harold disse...

Querida Mary!
Obrigado pela sua primeira vista ao blog. Seu comentário é vedadeiro. Pena que, com o passar do tempo, o amor ficou muito banalizado. Tudo por causa de um lucro, às vezes, duvidoso.
Tudo de bom sempre.
Beijos e festas!

GaBy disse...

Meuss parabenss.. vc e tuas belas poesiass... gosteiii mt sobre a que tem a tematica Amor. Por que??
Simpless, pq atualmente o amor infelizmente se tornou algo obsoleto, nao como o verdadeiro valor q ele tem, e vc faz menção aquilo q o amor era .. uma coisa pura... PARABENS

Harold disse...

Oi Gaby!
Obrigado pelo seu comentário. Você continua sendo esta moça gentil e de opiniões inteligentes que eu conheci, ano passado na Cnec.
É de gente como você que o mundo precisa para que o amor volte a ser algo muito maior do que as ambições delucro e propaganda.
Obrigado, de novo.
Beijos e alegria sempre!

Elisabete de Mello disse...

João Dória não morreu! Saudoso João Dória! E o amor também não. E o mundo colhe as idéias de João Dória. O amor só tem a ganhar com seus poemas! Beijos Blue Man, em ambas as faces! Amanhã vou tentar vestir a minha velha calça desbotada ou coisa assim ...