Pesquisar este blog

25 janeiro 2006

Para Sampa

Hoje é dia do aniversário da cidade de São Paulo. A grande metrópole fica mais um pouquinho adulta. São 452 anos muito bem vividos. Não é novidade para ninguém que tenho um carinho muito grande por esta cidade, que me sinto bem quando vou lá. Segundo meu amigo Mário Sebok, paulistano e feliz, numa outra encarnação eu nasci na capital paulista. Deve ter sido.
Infelizmente, não foi possível preparar uma grande homenagem para esta tão importante data. Mas, para não passar batido, decidi republicar o primeiro poema que escrevi para São Paulo. Espero que vocês leiam e depois me enviem seus comentários.
Feliz aniversário Sampa!
Tudo de bom sempre!


Para Sampa
Aroldo José
Eu conheço tuas ruas,
Tuas calçadas,
Tua gente bonita
Que anda apressada e feliz.

Já provei do teu sabor,
Teus aplausos, risos,
Tua cultura multi-étnica
Que fez o meu medo desaparecer.

Eu conheço teu jeito,
Tua elegância invisível,
Teu charme europeu discreto.

Eu já sei da tua dor
E da tua alegria,
Teu painel colorido,
Teu metrô veloz.

Já descobri teu mistério,
Já conheço a Brigadeiro,
Já senti teu perfume na paulista,
Já me descobri paulistano.

Já sei da tua paisagem
E, sobretudo, já sei do teu amor
De verde-porco palmeirense.

Eu já vivo a tua vida:
São Paulo!
Macapá, 31/12/93

Nenhum comentário: