Pesquisar este blog

20 abril 2008

Ivna: aniversário e textos


Amanhã será dia 21. Alguns pessoas vão ligar a data ao enforcamento de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, mártir da Inconfidência Mineira. Outros, que moram em Brasília, vão citar os 48 anos completados pela cidade. E eu serei a exceção. Sem querer ignorar o sacríficio de Tiradentes pelo desejo de um Brasil independente. Sem querer desmerecer a festa da capital federal, amanhã vou lembrar o aniversário de Ivna Deise Amanajás (a moça aí da foto ao lado).
Minha prima é uma amapaense residente no Rio de Janeiro. Para lá ela foi estudar medicina. Ivna é uma pessoa contente e inteligente, que sabe olhar para frente e se fazer superior às situações ou dolorosas. Enfim, uma pessoa do bem!
Há um blog onde Ivna nos brinda com alguns textos simpáticos e bonitos. É o www.sunshine.uniblog.com.br. Um destes textos me chamou atenção. Foi escrito no dia 13/04/07. É forte e mostra um momento de questionamento humano, que é impossível ignorar. Depois de lê-lo, escrevi um poema que, de certa forma, é uma quase adaptção da prosa de Ivna para a forma dos versos. Por isso, o texto foi creditado à dupla Marinho/Amanajás.
Sem mais conversa, primeiro, lhes ofereço o texto escrito por Ivna e, em seguida, o texto que fiz.
Com alegria grito: Feliz aniversário IVNA! Valeu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Aroldo José Marinho


E o que acontece?
Há momentos como este, em que eu queria um canto só meu, em que eu pudesse ficar só, com meus pensamentos ou mesmo, não pensar em nada, apenas respirar e adormecer...
Nada nasce sem um motivo, nada acontece sem uma razão. Gostaria de saber um dia o por quê de estar assim hoje. Não é inalcansável esta vontade, mas sei que não será agora que irei entender.
Sem vontade de viver, sem energia para conviver. Hoje nada é especial, nad aé empolgante.
Tédio!
Como uma daquelas pistas de corrida automobilística, são lindas, programadas, mas não levam a lugar nenhum. Muitos kilômetros percorridos mas não alcamçam um lugar, giram, aceleram, freiam e são observados. Alguém de fora entende o que acontece mas, quem dirige apenas corre.
Quero entender o que a humanidade ganha em esses meus dias de corredora, sou mais uma prova, um teste, uma cobaia? Que me observa ? Será que eu também apendo algo?
Otimismo hojé, definitivamente não é o meu forte ...
Não preciso ir tão longe, em outro mundo, para saber e ver que anjos existem, e que eles se mostram de várias maneiras. Às vezes são demônios, mas são anjos-demoníacos que nos "sacodem"nos "acodem".
Certos ou errados eles existem!


Aflição
Aroldo José Marinho/ Ivna Deise Amanajás

Há momentos em que eu queria ter um canto só meu
Onde pudesse abandonar todos os meus pensamentos
Para que eu não tivesse que pensar em nada, só respirar
Ou me deixar levar pela sagrada vontade de adormecer.

É verdade que nada existe por acaso.
Há sempre uma razão para tudo no mundo
Então, que venha alguém muito sábio me dizer
Porque estou sem vontade de viver
Por que nada mais aqui é empolgante?

Será que um dia vou entender
Por que o mundo girar de um jeito
Que me deixa com a cabeça zonza?

Todos dizem que a pista de corrida é muito linda
Mas eu sei que não leva a lugar nenhum
Quem observa, acha que sabe de tudo do carro
Mas o motorista só sabe correr e nada mais.

Girar
Acelerar
Freiar

Quero saber o que a humanidade ganha com a corrida
Será que sou uma prova? Uma cobaia?
Quem me observa?
Aprendi alguma coisa?

Não é fácil ter otimismo nestes dias
Mas não irei para outro mundo
Para saber que anjos existem.

Isso eu já sei: eles existem sim
Se mostram de muitas maneiras

Uns dias, se vestem como demônios
Mas são anjos-demoníacos
Que adoram me sacudir, me acordar
Para não me esquecer que estão por aqui.
Brasília, 26/02/08.

8 comentários:

Ivan Daniel disse...

Parabéns, Ivna! Feliz aniversário!
Parabéns, Harold, pela homenagem.

Harold disse...

Daniel!
Ivna mereceu a homenagem. Depois converso com Beto Oscar para que o trio Santos/Marinho/Amanajás tenha logo o seu hit nas paradas. Rs!
Um abraço!

Celso Antonio Pereira disse...

Caro Aroldo quero aqui desejar meus parabens a Ivna esta bonita jovem Amapaense muita paz para ela sempre.

Celso

ivna deise disse...

Obrigada a todos pela homenagem, obrigada pelos parabéns... sou mto feliz por tudo o que me acerca e as pessoas com asquais convivo... amo meu aniversário e certamente esse é um grande presente inesperado!!! Obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa harold!!!!!!!

Harold disse...

Eu concordo comas suas palavras celsoi. Sem dúvida, Ivna merece a festa.
Um abraço!

Harold disse...

Oi Ivna!
A festa é sua. A festa é nossa. É de todo mundo que lhe estima.
Seja feliz sempre.
Beijos e vida!!!!

Ivna Deise Amanajás disse...

Depois da Internet o dia inteiro não ajudar, finalmente consegui abrir o link. Coisas de Macapá...
Muito obrigada pelo carinho, primo, saiba que é recíproco. Desejo toda felicidade e saúde pra você!
Obrigada pela homenagem!!
Um abraço forte!

Ivna Deise Amanajás disse...

Depois da Internet o dia inteiro não ajudar, finalmente consegui abrir o link. Coisas de Macapá...
Muito obrigada pelo carinho, primo, saiba que é recíproco. Desejo toda felicidade e saúde pra você!
Obrigada pela homenagem!!
Um abraço forte!