Pesquisar este blog

25 janeiro 2010

Coração Paulista

Vinte e cinco de janeiro é um dia muito especial. Nele se se comemora o aniversário da cidade de São Paulo. A mais importante cidade brasileira avança na idade. Afinal são 456 anos muito bem vividos. Quatrocentona mas sem perder o charme. O fato mexe com os paulistanos, os paulistas e, sem exagero, com os demais brasileiros. Não é verdade que muitas coisas de interesse nacional tem, obrigatoriamente, de circular por Sampa? Assim é com a política, a economia, a cultura e assim por diante.

Volta e meia, alguém lança um olhar raivoso na direção de Sampa. Mil e tantas críticas lhes são dirigidas. Lhe chamam de tudo, de cidade caótica, violenta, consumista, desordenada, inferno urbano, etc. Deve haver algum fundo de verdade nessas ofensas. Todavia, certamente, o que não falta é exagero. Por causa de sua importância, São Paulo padece dos males aos quais estão sujeitas cidades como New York, Londres, Berlim, Tokyo, Roma, Paris e assim por diante. É o preço que se paga por levar um imenso país continental nas costas. Descontadas essas coisas, é uma cidade genial. Absurdamente genial. Eu que o diga!!!!

Por isso, humildemente, presto minha homenagem à Sampa e às pessoas lá residentes. Sejam elas paulistanas, paulistas, brasileiras ou estrangeiras. Uma cidade só se faz grande porque há pessoas que nelas vão habitar. Pessoas que lá constroem com concreto e com amor. Que depois mostram seus fazeres como exemplos para outras cidades. Como homem de cultura, percebo que muita coisa que considero importante para a nossa cultura aconteceu em Sampa. Fatos importantes na construção da ética, da promoção humana no Brasil. Quer exemplo? Lá vai: a campanha das Diretas Já, da Anistia, Tropicalismo e Modernismo, entre outros. Tudo isso rolou, de início, em em São Paulo e depois se espalhou pela nação. De Sampa muito se espera.

Já escrevi demais. Agora ofereço um clipe. É a minha homenagem à São Paulo e as pessoas que lá residem. Que Deus abençoe e proteja esta city. A canção enfatiza as implicâncias que se pode ter em relação a ela. Todavia não deixa de frisar que, quem, às vezes, odeia, também tem muito amor no coração pela "paranóica". Parabéns São Paulo!
Aroldo José Marinho
Guilherme Arantes- Coração Paulista


2 comentários:

Elisabete de Mello disse...

Feliz Aniversário São Paulo!

Presenciei muitas lutas neste palco.

Harold disse...

Sweet Bete!
Que o aniversário de Sampa sempre nos contagie.
Beijos e bolofs!!!!