Pesquisar este blog

11 novembro 2011

Em novo drama, Brasil vira sobre a China e segue vivo na Copa do Mundo

A notícia que segue abaixo foi postada há pouco no site G1 (www.globoesporte.globo.com/volei/noticia/2011/11/em-novo-drama-brasil-vira-sobre-china-e-segue-vivo-na-copa-do-mundo.html). Faz referência ao jogo Brasil x China pela Copa do Mundo de vôlei, que se realiza no Japão. Novamente, a jogadoras brasileiras tiveram que aliar talento e garra.


Harold







11/11/2011 06:30 - Atualizado em 11/11/2011 06:33


 

Em duelo muito equilibrado e, mais uma vez marcado pela emoção, o Brasil derrotou a China por 3 a 2 (parciais de 25/23, 25/27, 21/25, 25/20 e 17/15), na manhã desta sexta-feira, em Sapporo, pela 6ª rodada da Copa do Mundo de Vôlei, que está sendo disputada no Japão. Com mais uma virada sensacional (tal como aconteceu contra Coreia e Sérvia), a seleção mostrou força na luta pelo título da competição e de uma vaga para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

As meninas brasileiras voltarão à quadra na virada de sexta para sábado (meia-noite) contra a líder Itália, que venceu todos os seis compromissos disputados e soma 17 pontos, cinco a mais que as brasileiras.

Diferentemente dos jogos anteriores, o Brasil começou “ligado” e, com destaque para Sheilla, abriu 5/0 e depois 14/6, também contando com o bloqueio da muralha Thaisa. O jovem time chinês, no entanto, buscou se encontrar e reagiu no set. Voltando a mostrar inconstância, a seleção viu às adversárias encostarem.

Com o placar em 23/22, o árbitro americano errou em um lance de ataque do quadro oriental, dando ponto para o Brasil, quando na realidade a bola desviou em Mari antes de tocar na antena. O lance acabou sendo capital, pois bastou manter a vantagem para o time de José Roberto Guimarães fechar em 25/23.

O panorama da segunda parcial foi de equilíbrio. Após iniciar com 2/0 contra, as brasileiras viraram e lideraram o marcador até 13/12, quando o quadro da China novamente igualou e depois virou em 18/17. Os instantes finais do set foram com as equipes se revezando na liderança do placar até as chinesas fecharem em 27/25.

Sob o comando da oposta Junjing Yang, a China começou avassaladora a terceira parcial, fazendo logo 5/0. A equipe nacional, por sua vez, parecia sentir a derrota no set anterior, e tinha em Mari uma peça destoante. Como nas partidas anteriores na competição, a excelente atacante não cumpria boa atuação, porém mostrou um saque poderoso, que levou o Brasil a uma reação, reequilibrando o duelo e ajudando a igualar a contagem em 9/9.
 
Novamente retomando as ações com jogo de muita velocidade, as chinesas voltaram à dianteira, abrindo 15/10. Mesmo com boa performance nos bloqueios, as meninas brasileiras não suportaram e, com seguidos erros no ataque, acabaram caindo por 25/21, levando a virada na partida.
 
 
O quarto set foi marcado pelo equilíbrio, com o Brasil finalmente passando à frente em 16/15 e depois ampliando para 18/15. Com defesas sensacionais, as brasileiras buscaram a vitórias e, em um ataque de Fabiana, definiram a parcial em 25/20.
 
Como reflexo do embate, o tie-break também foi marcado pelo equilíbrio. Após empate em 7/7, a China retomou a ponta, porém, em mais uma reação espetacular, a seleção brasileira venceu por 17/15 e matou o jogo, mostrando estar mais firme do que nunca na luta pelo título da Copa do Mundo e por uma vaga à Londres 2012. 

Nenhum comentário: