Pesquisar este blog

05 agosto 2008

Free to decide

Creio já ter dito para muitos de vocês que adoro as músicas das bandas irlandesas. A começar começar de U2, é claro. Então, quero lhes oferecer um video clip de uma destas bandas. Seu nome? The Cranberries. Quando surgiu? Em 1989. Sua formação é composta por: os irmãos Mike Hogan (baixo), Noel Hogan (guitarra), Fergal Lawler (bateria) e Dolores O'Riordan (guitarra e vocal).

Posto no blog Free to decide, um grande sucesso do grupo no formato acústico. A letra da canção é muito expressiva, por isso, segue anexa.
Free to decide
Dolores O'Riordan
It's not worth anything more
Than it is at all
I live as I choose
Or I will not live at all
So return to where you came from
Return to where you dwell
Because harassment's not my forte
But you do it bloody well
And I'm free to decide
I'm free to decide
And I'm not so suicidial after all
You must have nothing more
With your time to do
There's a war in Russia and Sarajevo too
So to hell with all your thinking
And to hell with your narrow mind
You're so distracted from the real thing
You should leave your life behind
Cos I'm free to decide
Free to decide
And I'm not so suicidal after all
I'm free to decide....

Como algumas pessoas, entre vocês, não dominam o inglês, eu deveria traduzir a letra e lhes oferecer de presente. Porém meu tempo anda curto. Então, segue uma tradução fornecida pelo site www.vagalume.uol.com.br.
Livre Para Decidir

Nada vale mais do que isso de maneira nenhuma
Eu viverei como eu escolhi ou eu não viverei de maneira nenhuma

Então retorne para de onde você veio
Retorne para onde você mora
Porque aborrecimento não é o meu forte
Mas você o faz muito bem

Eu sou livre para decidir, eu sou livre para decidir
E eu não sou tão suicida apesar de tudo
Eu sou livre para decidir, eu sou livre para decidir
E eu não sou tão suicida apesar de tudo (Não mesmo, não mesmo, não mesmo)

Você não deve ter mais nada o que fazer com seu tempo
Há uma guerra na Rússia e em Sarajevo também

Então pro inferno com querer seu pensamento
E pro inferno com sua visão pequena
Você é tão distraído quanto à realidade
Você deveria deixar sua vida pra trás (Pra trás)

Porque eu sou livre para decidir, eu sou livre para decidir
E eu não sou tão suicida apesar de tudo
Eu sou livre para decidir, eu sou livre para decidir
E eu não sou tão suicida apesar de tudo (Não mesmo, não mesmo, não mesmo)

Eu sou livre para decidir, eu sou livre para decidir
E eu não sou tão suicida apesar de tudo (Não mesmo, não mesmo, não mesmo)

Não mesmo, não mesmo, não mesmo...

Agora é viajar com a banda.Tudo de bom sempre!
Aroldo José Marinho

The Cranberries- Free to decide


4 comentários:

Ivan Daniel disse...

Bacana, Harold. Tô gostando de ver teu blog atualizado mais vezes. E a qualidade das postagens é indiscutível.

Harold disse...

Obrigado Daniel!
Sua opinião é importante muitas vezes. Além dela inteligente, é sempre escrita com sinceridade e dignidade.
Tudo de bom sempre em sua denillística/enzística vida!

Helena disse...

Olá,Harold!!Seu blog está muito bom,gostei muito das postagens!
Me despeço desejando-lhe ''buena estrella''!!
Helena

Harold disse...

Querida Helena!
Sua visita ao blog me trouxe muita alegria. Espero que venha aqui muitas vezes. Agradeço o voto de "buena estrella" e lhe dedico coisas boas ao quadrado sempre.
Beijos e músicas sempre!!!!