Pesquisar este blog

05 setembro 2009

Inquieto

Há tempos que não posto algum poema escrito por mim. Fui verificar nos arquivos, encontrei vários. De datas, lugares e situações diferentes. Li este aqui. Apesar de produzido há cinco anos, não perdeu atualidade.

Gosto da idéia defendida no texto. Creio que a felicidade deveria ser uma prioridade nacional assim como a saúde e a educação. Pena que poucas são as pessoas que gostam da felicidade. Vai ver que é por isso que acontecem diversos crimes, suicídios, erros éticos e assim por diante. As pessoas felizes não precisam se valer das situações horríveis para viverem em paz.

Leiam o texto e depois me ofereçam seus comentários.
Harold



Inquieto

Aroldo José

Eu levanto os braços e agradeço aos céus,

Continuo vivo para realizar minhas loucuras.

Eu já tentei viver como todo mundo:

Me conformar com o avançar da idade.

Mas descobri: não sou amante da monotonia.

Minha sina é ser o elemento-surpresa da turma:

Que sabe contar histórias e experiências gozadas,

Que do nada adquirem valor.


Eu levanto os olhos para ver a paisagem:

De um lado, o céu me mostra sua poesia;

Do outro, está o progresso desolador.

Mas não tem problema, minha vida é revestida

De um incansável desejo de viver.


Com quantas coroas se faz um rei?

Eu não sei, não quero saber.

Para cada dia basta uma dor.

Não perco tempo falando de notícia ruim.


Quem ver minha face tranqüila

Compartilha da única certeza que tenho na vida:

Nada me fará desistir da vontade de ser feliz.


Eu levanto da cama, abro os olhos

E sonho de olhos abertos.

Assim torno verdadeiro o cenário

Que será o campo de batalha e glória

Onde farei meu rito de passagem

E descobrirei o amor e o equilíbrio.

Brasília, 04/02/04


6 comentários:

ana disse...

Pois achei magnífico, com certeza tem o dom de escrever poemas.

Harold disse...

Ana!
Obrigado por sua visita e comentário no blog.
Não sei se, de fato, tenho o dom de escrever. Mas procuro dar o melhor de mim na hora de escrever meus textos.
Volte sempre!
Beijos e unidade!!!

Ivan Daniel disse...

É assim que te vejo, Harold. Um cara que procura ser feliz, independente de qualquer coisa. Realmente és sempre uma surpresa.

Lêda Maria disse...

Tão certo como seu poema,só minha vontade de ser feliz neste momento :)

p.s: Esse poema dá uma vontade de viver!!!!

Harold disse...

Daniel!
Eu agradeço seu comentário. Creio que você também merece elogios pois há muita vida em você. Quem lhe conhece, só diz coisas boas.
Enfim, você é um cara de muita dignidade. Receba o poema com dedicatória. Tudo bem sempre!!!

Harold disse...

Maria!
De fato, querer viver coisas boas e se esforçar para isso, é básico na minha vida.
Obrigado por sua visita.
Beijos e vida!!!