Pesquisar este blog

16 abril 2009

Dos en la ciudad 2- A tradução

Preciso, novamente, agradecer a gentil contribuição de Letícia Contilde. A gentil gaúcha, aniversariante do dia 8 deste mês, enviou a tradução da canção Dos en la ciudad. Sua habilidade de captar o sentimento do texto original e enfocá-lo em português é notável.
Gracias Letícia y buena estrella. Espero que vocês apreciem o texto.
Harold
Dois na cidade
Fito Páez
Nos encontramos na rua
Eu diria casualidade
Ainda tinha esse olhar
Esse garbo, esse swing, esse charme
Vinha super arrumada,
Seu sorriso sim, era algo especial
Quando me deu a bofetada,
Colocou as coisas em seu lugar
Logo abriu a boca
Como a liberdade
Tomamos umas taças
E no bar começou a chorar
O tempo passou fomos ela e eu dois na cidade
Me perguntou como havia sido,
Como foi que escolhi partir
Si havia tido alguns filhos
E se alguma vez fui tão feliz
Perguntei se estava sozinha
Ela sim, que sabia fingir
Que ingenuidade não era tola
Era o próprio Monte Sinai
Passou passou
Passou nosso quarto de hora
Passou passou,
Mas ainda sabíamos rir
E assim passou
A noite entre o whisky e a coca
Assim passou
Mas ainda sabíamos rir
Todo o final de semana
Não nos deixamos ir
Quando me levantei esta segunda
Ela já não estava aqui
O tempo passou,
Fomos ela e eu
Dois na cidade
Dois na cidade.
Fomos ela e eu
Dois na cidade
Nosso quarto de hora
Fomos ela e eu
Dois na cidade (3).

4 comentários:

Lêda Maria disse...

Obrigada pelo carinho...lindo o q escreveu!

Harold disse...

Querida Maria!
Obrigado por sua visita.
Beijos!

Ivan Daniel disse...

Não sou muito fã do Fito, mas tenho que concordar que a música é muito bonita.

Harold disse...

Concordo com você Daniel. A canção é bonita mesmo.Um dia, quero fazer um outro clipe para ela.
Saudações enzísticas!