Pesquisar este blog

16 agosto 2010

Brasil vence fácil a China

Eu desejei tanto assistir ao jogo de vôlei da seleção feminina contra a China, que seria realizado em Macau, no Grand Prix. A Globo anunciou transmissão para as 06:00 do domingo (15/08). Mas o tal jogo não aconteceu. Confesso que não entendi nada. 

Depois, soube que, por causa das fortes chuvas, que vitimaram muitas pessoas, as autoridades chinesas suspenderam todas as manifestações esportivas no domingo. Agora que sei o motivo, concordo plenamente com a atitude e ofereço minha solidariedade às famílias prejudicadas pelas chuvas.

Transferida para hoje, a partida ocorreu e trouxe resultado benéfico para o Brasil: nossas meninas venceram por 3 x 0. As parciais foram de 25/12, 25/19 e 25/19. Por motivo de trabalho, não pude assistir ao jogo. Todavia, as notícias que recebi dão a impressão de que nossas jogadoras deram um passeio nas donas da casa.

Essa notícia me deixa, ao mesmo tempo, contente e espantado. Contente por saber de mais uma vitória da equipe. O espanto decorre do fato da China não ter oferecido muita resistência. O possível motivo para a apatia chinesa, provavelmente, foi a tragédia causada pelass chuvas. Sabe como é, isso mexe com o emocional de qualquer pessoa.

Então me lembrei do jogo que assisti na madrugada de sábado. Nossa seleção enfrentou a Holanda. Ganhamos por 3 x 1. Mas não foi fácil. As belas holandesas, como a levantadora Laura Dijkema,  endureceram o jogo e só não forçaram um tie-break porque a maior categoria de Sheila prevaleceu.

Encerrados os jogos desta semana, o Brasil lidera a classificação geral com 15 pontos. O próximo passo será dado na sexta-feira (20/08), em Taiwan. O adversário a ser batido é a equipe de Porto Rico. Sábado, virão as donas da casa. Para domingo, será o momento de medir forças com a Polônia. 

Aroldo José Marinho

Nenhum comentário: