Pesquisar este blog

21 agosto 2010

Dilma dispara

A notícia que divulgo aqui é referente à corrida presidencial. Dá para esta um  novo tom. Pelo andar da carruagem, parece que, aos poucos, o eleitorado começa a deixar claro que já fez a sua opção na corrida rumo à presidência da república.

Como assim?
É o seguinte: passeando pela rede, soube, através dos sites  Uol (www.eleicoes.uol.com.br/2010/ultimas-noticias/2010/08/21/datafolha-dilma-tem--contra--de-serra.jhtm) e G1 (www.g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/08/dilma-tem-47-das-intencoes-de-voto-e-serra-30-diz-datafolha.html), do impressionante resultado da última pesquisa eleitoral do Datafolha, que foi divulgado nesta madrugada. 

A pesquisa foi realizada pelo Datafolha no dia 20 de agosto. Nesse dia, foram entrevistadas 2727 pessoas. Foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número 24460/2010.

O resultado mostra que Dilma Rousseff, candidata do Partido dos Trabalhadores (PT) aumentou sua vantagem sobre José Serra, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), seu principal concorrente. De acordo com a pesquisa, a candidata petista mantém a liderança com 47% das intenções de voto, seguida de Serra com 30%. Marina Silva, do Partido Verde (PV) ocupa a terceira posição longe dos adversários com 9%.

Em comparação com a pesquisa anterior, a líder tinha 41%. Serra pontuava 33% e Marina aparecia com 10% das intenções de voto. Os números atuais mostram  crescimento de 6% da candidata Rousseff. Porém o que deixa evidente a preferência popular por sua candidatura é que seus adversários tiveram decréscimo de 1%. Vale ressaltar que a soma dos votos brancos e nulos totalizou 4%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

A maré de Rousseff é tão fvorável que, ao considerar os votos válidos (em que são distribuídos proporcionalmente os dos indecisos entre os candidatos e desconsiderados brancos e nulos), ela obteve 54%. Neste contexto, sua eleição no turno não é um fato improvável.

No caso da disputa seguir para o segundo turno, os números evidenciam que a petista bateria o tucano por 53% contra 39%. Na pesquisa anterior, a candidata venceria com 49%. Serra conseguiria o total de 41%.

Quando os eleitores foram divididos por gênero, novamente, Rousseff saiu vencedora. O público masculino apresentou 52% de preferência por ela contra 30% de Serra. Na análise das opiniões do público feminino, foi perecida uma mudança. Se na pesquisa anterior, o empate técnico, de 35%, foi registrado, desta vez, a candidatura da ex-ministra- chefe da casa civil venceu a parada: 43% contra 31% de Serra.

Desnecessário afirmar que o envolvimento de Lula na campanha de Dilma é um  fator que explica, em grande parte, a confiança que os eleitores oferecem à para ela. Nesse sentido, de certa forma, eles acreditam que votar na ex-ministra de Lula é o mesmo que dar para ele um terceiro mandato.
Aroldo José Marinho

Nenhum comentário: