Pesquisar este blog

08 julho 2010

O inigualável Ezequiel das Neves

Mas que coincidência! No dia em que se recordam os 20 anos de  passamento do genial compositor e cantor Cazuza para o andar da eternidade, chega a notícia do falecimento de Ezequiel Neves.

Talvez o nome desse jornalista e produtor musical, morto aos 74 anos,  não diga muita coisa ou nada para as pessoas que visitam o blog. Então é obrigação minha informar que Zeca Jagger, como era chamado por aqueles que o estimavam, foi a primeira pessoa a acreditar no talento do  grupo Barão Vermelho e, por tabela, de Cazuza.

Neves estava, desde o dia 22 de janeiro, na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro. Sua internação fora causada por um quadro que incluía tumor benigno no cérebro (que o acometia há cinco anos), enfisema e cirrose. A assessoria de imprensa da clínica informou que Zeca morreu de falência múltipla dos órgãos.

Ele era famoso pelo seu bom humor e a paixão com a qual se lançava aos seus projetos. Um dos exemplos conhecidos é o apadrinhamento que ele fez do grupo Barão Vermelho. Reza a lenda  que, um dia, Zeca estava  com os amigos Guto Graça Melo e Nelson Motta, no apartamento do último. Lá ele viu uma fita cassete com o nome do quinteto integrado por Maurício Barros, Dé, Guto Goffi, Roberto Frejat e Cazuza. Zeca se tornou produtor de todos os discos da banda.

Posteriormente, Cazuza partiu para carreira solo. Com ele, Ezequiel compôs alguns sucessos, sendo Exagerado o mais conhecido. Sua dignidade ficou evidenciada quando os executivos da gravadora sugeriram que ele continuasse a produzir cs discos de Cazuza e deixasse o Barão de lado. Ele não concordou, disse que se dividiria em dois mas que não abandonaria nenhum de seus pupilos.

Muita coisa ppoderia ser escrita sobre Ezequiel Neves. Todavia muitas pessoas irão escrever sobre ele. Muita coisa importante mas também muita obviedade. Creio que é melhor usar outra tática. Com base, na minha vivência assumida de fã confessor de Cazuza e Barão Vermelho, quero gritar bem alto:

Valeu Zeca!!!!

Harold


Nenhum comentário: