Pesquisar este blog

25 fevereiro 2010

Recordando Nirvana após 15 anos de saudade

Alguém me lembra que no dia 20 de fevereiro de 1967 nasceu Kurt Cobain. Para quem não está ligando o fato, Cobain foi um dos fundadores de Nirvana, uma das bandas norte-americana mais influentes da história dos anos 90, que encerrou suas atividades em 1994, após o suicídio do vocalista e guitarrista. Ele foi aclamado como um compositor que conseguia transfomar em texto as angústias e inconformismos da geração juvenil daquele período.


Confesso que não acompanhei com intensidade o trabalho de Nirvana. Mas não nego que algumas de suas canções sempre me fotos chamaram atenção. Cito três: Lithium, Jesus doesn't want me for a sunbeam e Pennyroyal tea. Há pessoas que dizem que essas canções são tristes, desesperançadas. Algumas são mesmo. Todavia seus conteúdos não perderam sentido nem beleza artística.

Para esta postagem escolhi Pennyroyal tea, que eu passei a gostar quando ganhei de presente o album MTV unplugged in New York, de 1994. Gosto muito deste disco.

Harold





Nenhum comentário: